13 dezembro 2016

# Fotografia # Poemas

Você se considera um fotógrafo?

(Foto @_yssagomes)

    Quem me acompanha a tempos, sabe o quanto sou apaixonada por fotografia, e que o 'simples' fato de registrar um momento qualquer, significa muito para mim.
    Dia desses fui convidada pela minha amiga Juliene para acompanhar um de seus ensaios, e a cada clique que ela dava, eu sentia uma pequena luz se ascendendo no meu subconsciente. No final daquela tarde, minha definição de fotografia havia sido atualizada, sei lá, pra uma versão 10.0!
    Com a enorme difusão da profissão e devido a facilidade de acesso a equipamentos de boa qualidade, muitos entusiastas da fotografia se auto intitularam fotógrafos. Mas tais pessoas se esquecem que fotografar não é apenas ajustar ISO, obturador, abertura, fotômetro, e click! Apertar um botão... 
     Ser fotógrafo vai além de domínio de técnicas de iluminação, enquadramento, edição ou qualquer outra coisa do gênero. Quando a pessoa fotografa por amor você consegue sentir a paixão transbordando por cada pixel da imagem, independente se a mesma foi feita pela analógica, celular ou uma DSLR de 40 mil golpinhos.
    A fotografia, nua, crua, pura, como deve ser, vai muito além do que podemos compreender! É criatividade viva, cultura, entrega, é arte! Fotografia é sorriso, e não só de quem está sendo fotografado! Não se resume em apertar botão, e passar noites em claro editando e re-editando fotos. 
     E se engana se você acha que um fotógrafo de verdade, fotografa pelo dinheiro! O sorriso largo e sincero do cliente ao ver seus momentos marcantes retratados pelos olhos de alguém que vê além do que é visível, é mais gratificante que qualquer valor que possa ser pago por homens. 
   Eu tenho isso na mente e no coração, de que fotografia não é algo que qualquer 'tirador de fotos' pode fazer. Com ela você não trabalha apenas com luzes e sombras! Trabalha com seres humanos e seus sentimentos, e isso torna a profissão mais sensível do que técnica. E nem todos nós temos a sensibilidade necessária para tal coisa.
   Tenho hoje, quanto a tudo isso, apenas um desejo! O de um dia me igualar aos fotógrafos de verdade que conheci!

Dedico este texto á Juliene, Wanderley e Viviane. Admiro muito o trabalho de vocês e tenho certeza que alcançarão muito mais do que sucesso com todo amor que empregam a esta tão amada arte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

*Deixe sua opinião, ela é super importante para mim!

Beijos, e obrigada!