10 julho 2017

Prazer, Rayssa!


O texto de hoje para alguns pode ser redundante, mas vejo uma enorme necessidade de compartilhá-lo com vocês!
  Desde minha adolescência eu venho escrevendo diversos blogs, e em todos eles há um determinado local onde o único objetivo é se descrever para que seus novos leitores o conheçam. Eu sempre escrevia a mesma coisa: "não gosto de me definir, me conheça e tire suas próprias conclusões", naquela ápoca isso fazia todo sentido, mas atualmente eu vejo o quanto me prejudiquei ao deixar que outras pessoas me categorizassem sendo que somente eu sei quem realmente sou.


   E quem sou eu?
   Antes de mais nada, como qualquer ser humano tenho defeitos e qualidades...
Mas como dos meus defeitos todo mundo já sabe, vou falar um pouco da Rayssa que poucos conhecem.
Sou aquela típica jovem introvertida, que sempre se escondeu detrás de suas palavras.
   Que em alguns momentos é demasiada infantil, e em outros é facilmente equiparada a uma anciã.
  Sou daquelas que preferem uma xícara de alguma bebida quente, fones de ouvidos e um bom livro, ao invés de perder horas em frente á TV.
   Gosto muito de falar, mas com o tempo descobri que ao emprestar meus ouvidos em algumas ocasiões, posso ajudar mais do que com minhas palavras.
   Ao conversar comigo, para cada argumento que você usar terei na ponta da língua um grande e sonoro "Por quê?", mas não por gostar de ser 'do contra' mas sim porque sou como uma criança curiosa, e nunca vou perder uma chance de aprender um pouco mais.
   Gosto de escrever textos, de fotografar flores, de cantar no chuveiro e de comer todas as frutas que eu encontrar pela frente, ou melhor, toda comida que eu encontrar pela frente.
   Louca por chocolates e chás, não passo sequer um dia sem um dos dois.
Sonho em conhecer outros lugares, gente nova e viver grandiosas experiências, tendo como objetivo principal agregar valor á vida de tais pessoas, e crescer intelectualmente.
Sou impaciente, e chata na maioria das vezes, mas tenho um bom coração, ao menos creio que sim.
Pode ser que você discorde de muito do que aqui foi escrito, mas cansei de deixar que me categorizem, todo mundo sempre achou algo de mim, mas eu nunca pude dizer quem realmente sou, então esta sou eu, por mim.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

*Deixe sua opinião, ela é super importante para mim!

Beijos, e obrigada!