08 agosto 2017

Para minha eu do futuro



    Oi Yssa, nem sei se você ainda gosta de ser chamada assim mas tudo bem... Acho que eu não deveria, mas quero deixar essa carta publicada pois eu sei que sua memória continua não sendo das melhores, e ela vai servir para quando o tempo passar você poder se lembrar de tudo o que estava rolando na sua mente neste momento.
  Hoje é dia 05 de agosto de 2017, confesso que estou assustada com o fato dos dias, meses e anos estarem passando tão depressa, eu olho um pouquinho pra trás e me vejo uma menininha brincando de curralzinho com boizinhos feitos de pequenas mangas uahsuahs.
  Neste momento eu estou feliz, mas um pouco frustrada. 
  Feliz por ter conseguido chegar até aqui depois de tudo o que já passei, e frustrada por sentir que estou começando a falhar de certa forma! É, eu ainda não consegui decidir que curso superior fazer e por mais que eu finja não me importar estou um pouco aflita, não sei se faço letras, publicidade, biologia, história, ou sociologia. Não sei se faço o Enem (detesto Enem) ou se continuo estudando para passar com boa nota em algum vestibular... Se bem que nem sei o que vou fazer ainda, então isso acaba se tornando relevante.
  Eu ainda não tirei carteira de carro, e pra ser sincera nem quero mais, quero tirar de moto hehe, penso que será bem mais prático para dar os rolês que pretendo dar, (acho que está rindo ao ler isso).
 Estou um pouco desanimada também pois a cada dia que passa vejo meus sonhos mais distantes! Nessa idade eu já queria ter viajado para ao menos uns dois países diferentes, mas ainda não consegui tirar nenhum desses projetos do papel. Ainda não tenho casa, e a vontade de ter filhos está beeem distante, embora eu já até tenha escolhido o nome do menino o da menina ainda é um mistério. AH SIMMMM! Vou ser titiaaaaaaa, pensa na emoção? Mal posso esperar pra tirar foto de barriga, de bebê, aaaah, que fofura! uahsuahs
  Disso tu vai gostar! Tem uns 3 meses que comecei a fazer curso de español e estou cada dia mais apaixonada pela língua, pela cultura dos países hispanofalantes e tudo mais! Já o inglês do qual eu tanto gostava tá ficando de lado, pretendo terminar o curso de español e começar o de inglês, mas isso só no ano que vem.
  Hoje faz uma semana que meu celular estragou e na realidade não estou sentindo falta, por mais que eu sempre valorizasse as pequenas coisas, o fato de não ter o celular por perto está me fazendo prestar ainda mais atenção a minha volta, está sendo uma experiência bacana, e como estou sem cash, vou vivenciá-la por mais uns meses até eu ter como comprar outro. 
  Estou sentindo falta somente de poder escutar música todo o tempo. E por falar em música, tô numa fase muito louca musicalmente falando, quero aprender a tocar bateria (estou esperando B dar uma posição sabe), e estou apaixonada por estilos como trap/indie/folk e afins, acho que até quando eu estiver bem velhinha ainda vou escutar essas músicas, pois elas passam uma leveza e uma paz sem igual!! Não esquece de dar o play na playlist acima "pelamor"!
  Quanto a escrita, se tu rolar o blog pra baixo vai ver que voltei á ativa, estou muito, mas muitooooo feliz com isso. Eu tinha me esquecido do quanto escrever me fazia bem, é tão bom não ter que guardar nada mais sabe, ah, escrever é um amor que eu nunca vou deixar esmorecer de novo. Tá engraçado, pois com meu retorno as pessoas ficam me perguntado se foi eu mesma quem escrevi uma ou outra coisa, hahaha, mal sabem que desde que aprendi a ler eu escrevo, e muito! E modéstia parte não escrevo tão mal assim né? Não é a toa que estou tendendo pro curso de letras, seria o máximo ensinar crianças e adolescentes a amarem a escrita.
  Meu emocional está melhor do que nunca! Nada mais me afeta tanto quanto antes, embora estejam acontecendo umas coisas que estão me deixando muito pensativa (você vai se lembrar do que estou falando).
  Quanto aos assuntos do coração... Faltam 15 dias para eu completar mais um ano junto ao meu amor, espero que ainda esteja indo tudo bem hahaha's!Como eu amo esse ridículo (sim, nos chamamos assim, você ainda faz isso? uahash).
   Na igreja está tudo indo bem, agora tenho amigos lá acredita? Acho que estou quase descobrindo o porque de estar aqui em Esmeraldas (mas ainda não gosto daqui, desculpa), e isso tem me deixado cada vez mais motivada a buscar á Deus, embora eu continue sendo uma pecadora tento ir me concertando aos poucos, tenho dado tudo de mim para ajudar em tudo o que posso, pois agora tenho consciência que o meu máximo ainda é o mínimo perto de tudo o que Ele fez por mim, sou grata.
   Além dos amigos da igreja tenho alguns outros bem improváveis, ganhei mais um amigo/irmão (Olaf), e um que mora longe, bem longe, e que possivelmente nunca vou conhecer, mas pensa numa pessoa que me entende? Chega a ser assustador!! Hahaha. E tem mais alguns amigos do tempo da escola que eu sinceramente pensei que nem iam mais se lembrar de mim, mas que são tão presentes na minha vida, como eu os amo!!!
  Acho que perdi um pouco o foco do que queria deixar registrado, mas essas coisas espontâneas são assim mesmo, começamos falando sobre jiló e terminamos nos questionando se os unicórnios existem hahaha.

Ps: desculpa o texto enorme, acho que me empolguei rs.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

*Deixe sua opinião, ela é super importante para mim!

Beijos, e obrigada!